Compra de casa por Fernando Medina está a ser investigada pelo Ministério Público

Investigação foi aberta na sequência de uma denúncia anónima.

Medina comprou um duplex nas Avenidas Novas em 2016
Foto
Medina comprou um duplex nas Avenidas Novas em 2016 Rui Gaudêncio

O Ministério Público está a investigar a compra pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, de um apartamento nas Avenidas Novas que era propriedade de uma das herdeiras do grupo Teixeira Duarte. A informação, avançada pelo jornal i na edição desta quarta-feira, foi confirmada ao PÚBLICO pelo gabinete de imprensa da Procuradoria-Geral da República (PGR).

A investigação, que está a cargo do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, resultou de uma “denúncia anónima” recebida pela PGR no final de Agosto, acrescentou a mesma fonte.

Fernando Medina comprou o apartamento em 2016. Conforme o PÚBLICO revelou nesta quarta-feira, o presidente da Câmara de Lisboa adquiriu um duplex T4 por 645 mil euros, sendo que os preços pedidos por apartamentos do género nas Avenidas Novas rondam um milhão de euros. O autarca tem outra leitura, sublinhando que o preço que pagou está muito acima dos preços de mercado.

A antiga proprietária e vendedora desta casa tinha pago por ela, em 2006, 843 mil euros. Medina indicou que a vendedora, Isabel Maria Teixeira Duarte, pôs o duplex à venda, através de uma agência, por 643 mil euros, tendo ele oferecido mais 10 mil euros porque havia outros interessados.