Opinião

Muitos, muitos pontos de exclamação para Salvador Sobral!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por ser bom sem se armar em bom e por mostrar que a arte e a alma andam juntas e que nada há nesta vida e neste mundo que seja mais forte!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por ter desenguiçado uma longa história de derrotas em que ganhar era não ficar em último e vencer era conseguir mais do que zero votos! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral pelo humor na hora da vitória, a dizer perante a Eurovisão inteira que "estava tudo comprado"! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral pela justiça e pela generosidade de ter imediatamente agradecido a Luís Figueiredo o bonito arranjo da canção de Luísa Sobral que ele cantou tão bem! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral pela inteligência de ter dito, no momento da consagração, que daqui a um mês tudo estaria esquecido - porque não estará nem deveria estar, mas é bonito ouvir! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por se ter marimbado na transmissão da canção vencedora - "Amar Pelos Dois" - para ir buscar Luísa Sobral, a compositora, intérprete e irmã, para cantar com ele, muito bem e cheia de amor! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Luísa Sobral por ter escolhido o irmão Salvador para cantar a canção que ela escreveu e a canção com que eles, irmã e irmão, ganharam a final da Eurovisão de 2017! Obrigados e parabéns! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral pela sensibilidade de ter dedicado a vitória dele não à família nem aos portugueses mas a uma comunidade muito mais importante e merecedora: a dos músicos! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por ter sido valente na cara de todas as contrariedades e de todas as cantilenas azaradas, derrotistas e miseráveis de sempre! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por ter pensado humildemente - e dito em público - que ninguém ia ligar à vitória dele porque o clube dele, o Benfica, tinha ganho, nesse mesmo dia, o campeonato nacional! É assim mesmo!

Viva o Portugal de Salvador Sobral por ser bom sem se armar em bom e por mostrar que a arte e a alma andam juntas e que nada há nesta vida e neste mundo que seja mais forte! É assim mesmo!

E finalmente, por ser verdade e ser preciso, viva Salvador Sobral sozinho, sem a ajuda de ninguém, livre de todos nós porque, por muito que ele proteste e por muito que nós os portugueses nos colemos a ele, foi ele sozinho que ganhou em Kiev e é isso, sobretudo, que jamais será esquecido!

É mesmo assim.