Exército força dono do Steaua a registar clube como FCSB

Ministério da Defesa da Roménia determina regresso às origens do campeão europeu de 1986.

DR
Foto
DR

O Steaua de Bucareste, histórico clube romeno que foi campeão europeu em 1986, mudou de nome para FCSB, em consequência de uma disputa entre o Ministério da Defesa e Gigi Becali, actual dono.

O clube, historicamente ligado ao exército, foi fundado em 1947 pelo Ministério da Defesa, sendo o mais titulado da Roménia, com 26 campeonatos nacionais conquistados.

"Mudei o nome para FCSB no registo comercial e disso informei a federação e a Liga de futebol", disse Becali.

Este é apenas o mais recente episódio de um diferendo entre Becali e o Ministério da Defesa. Já em Dezembro passado, a instância de recurso tinha privado o dirigente de utilizar o nome Steaua - que em romeno significa estrela.

Em 2016, o Ministério da Defesa anunciou um projecto de raiz para uma nova equipa de futebol, a começar na quarta divisão, designado de Steaua. Foi também determinado que o treinador seria Marius Lacatus, nome histórico do clube.

Contudo, Becali reforça que o FCSB é "o continuador do Steaua" e que "quem quiser até pode continuar" a referir-se ao clube como Steaua, apesar de na licença constar o nome FCSB.

"Sete mil milhões de juízes, o papa em Roma e as forças da NATO podem opor-se, mas não podem alterar a situação de fundo", concluiu Becali, que já em 2015 tinha perdido o direito a utilizar o tradicional estádio, o Ghencea.