The Young Pope: ainda nem se estreou e já tem segunda temporada assegurada

Série de Paolo Sorrentino, com Jude Law no papel de Papa, chega a Portugal em Novembro.

Foto
Jude Law interpreta o Papa mais novo da história da Igreja Católica DR

Mesmo antes da estreia, a primeira série televisiva do italiano Paolo Sorrentino, com Jude Law no papel principal, já viu renovado o seu contrato para uma segunda temporada. Produzida pela Sky, a HBO e o Canal Plus, The Young Pope, sobre o mais jovem Papa da história da Igreja Católica, estreia-se em Itália na próxima semana – a Portugal chega no dia 6 de Novembro (às 23h TV Séries) e aos Estados Unidos só para o ano.

Jude Law é Lenny Belardo, cardeal que chega ao Pontificado depois de um jogo de bastidores no conclave – velhos conclavistas elegem o jovem cardeal porque o vêem como uma marioneta, não imaginando que este possa revelar-se um Papa manipulador e autoritário. Belardo passa a Pio XIII, e é não só o mais jovem Papa de sempre como o primeiro norte-americano em funções no cargo.

Os primeiros dois episódios da série, que conta no elenco com Diane Keaton, foram exibidos no Festival de Veneza, no início de Setembro, numa sessão esgotada, e despertaram a atenção da crítica. À imprensa, o realizador italiano rejeitou qualquer polémica que a série possa provocar, mas admitiu não ser por acaso que o seu Papa é uma antítese do Papa Francisco.  

“É possível que depois de um Papa muito liberal apareça alguém que tenha ideias diferentes. Acho que é uma ilusão a Igreja como uma ideia de longo prazo para a modernidade”, defendeu Sorrentino na altura, citado pelo Hollywood Reporter.

Em The Young Pope, Jude Law propõe-se a mudar a Igreja, começando por aqueles que lhe estão mais próximos. O seu estilo, porém, não agrada à velha instituição. Pio XIII age como se fosse Deus e estivesse acima de qualquer regra.

“Tenho a certeza de que há alguém que sentirá ofendido com a série, mas é disso que se trata a narrativa”, disse Jude Law em entrevista à Radio Times, com a esperança de que The Young Pope proporcione discussões “abertas, livres e diplomáticas”. “Sou a favor disso tudo.”

A produção de dez episódios teve um orçamento de 45 milhões de dólares (41 milhões de euros), tornando-a na série televisiva italiana mais cara de sempre. A rodagem da segunda temporada deverá arrancar, segundo o Hollywood Reporter, já no final do ano. Entretanto, Sorrentino fez saber que está a trabalhar já no seu próximo filme, que terá o antigo primeiro-ministro italiano, o controverso Silvio Berlusconi, no centro da história.

Sugerir correcção