Arte Urbana

Pantónio e Samina nas paredes imensas da Covilhã

Fotogaleria

O som dos andorinhões, que habitam e dominam a Covilhã, serviu de inspiração ao mais recente trabalho de Pantónio, na Rua Direita nº40, bem no centro. Samina, por seu lado, pode ser encontrado na Rua das Portas do Sol nº 87, onde "habita" o Sr. Viseu, morador do centro histórico, antigo trabalhador dos lanifícios, antigo jogador do Sporting da Covilhã e treinador de atletismo. "É alguém com muita da história da cidade e que por isso decidimos homenagear, homenageando a própria cidade", sublinha o Festival de Arte Urbana WOOL, que em 2011 retratou o Sr. Viseu com a ajuda do artista JR. Esta duas novas peças vêm enriquecer o circuito de arte urbana da Covilhã e aumentam para 150 o número de acções realizadas pelo WOOL, em mais de oito cidades nacionais e estrangeiras.

Sugerir correcção