Jardim encerra serviços públicos três dias na semana de Carnaval

Tolerância dada pela primeira vez na segunda-feira num “gesto de reconhecimento do Governo Regional, em fim de mandato” aos funcionários públicos.

Foto
Alberto João Jardim está de saída Daniel Rocha

“O facto de, pela primeira vez, ser concedida tolerância de ponto também na segunda-feira que antecede o Carnaval é um gesto de reconhecimento do Governo Regional, em fim de mandato, dada a colaboração indispensável e positiva que sempre recebeu dos seus funcionários, infelizmente também penalizados com as medidas anti-crise do Estado central”, justifica o comunicado distribuído após o conselho de governo desta quinta-feira.

A nota informativa lembra que “as tolerâncias de ponto nas instituições sob tutela do Governo Regional, terça-feira de Carnaval e a quarta-feira seguinte de manhã, são as habituais na região autónoma, dados os programas de incidência turístico-económica no arquipélago”.

A resolução teve em conta “o significado do Carnaval, enraizado na tradição do povo madeirense”, e em consideração, “também, as múltiplas iniciativas, quer as de carácter oficial, como as de natureza privada e espontânea, que oferecem uma diversidade de actividades nas ruas, estabelecimentos de diversão e nas casas particulares”.