Açores têm inventariadas mais de 500 igrejas e capelas

Levantamento iniciado em Abril insere-se no programa nacional de actualização da base de dados sobre o património móvel e imóvel da Igreja Católica.

Foto

O Sistema de Informação para o Património Arquitectónico (SIPA) já inventariou 542 imóveis no arquipélago dos Açores, na sua maioria igrejas e capelas.

Este levantamento do património arquitectónico religioso dos Açores, iniciado em Abril, “tem procurado completar, quer em termos de informação histórica quer em termos de informação fotográfica, o acervo que já estava sinalizado ou que se inventariou de novo”, disse João Paulo Constância, membro da Comissão Diocesana para os Bens Culturais da Igreja, em declarações publicadas pelo portal da Diocese de Angra nesta sexta-feira.

O programa, de âmbito nacional, a que a Diocese de Angra aderiu através da celebração de um protocolo, consiste em inventariar e actualizar a base de dados sobre o património móvel e imóvel da Igreja Católica, com informação sobre as características dos imóveis, a sua contextualização e enquadramento na área circundante.

“O trabalho que estamos a desenvolver neste momento tem sido importante porque tem mobilizado toda a Diocese”, diz João Paulo Constância precisando que o projecto tem permitido “ultrapassar e suprir algumas lacunas” e assim “valorizar mais este património tão importante do arquipélago”, sobretudo nas ilhas de São Miguel e de Santa Maria, onde a informação era praticamente inexistente.

A Comissão Diocesana dos Bens Culturais da Igreja, segundo o seu presidente Duarte Melo, além de “desenvolver esforços para inventariar, salvaguardar e valorizar” todo o património diocesano, pretende-se também proceder à elaboração de futuros roteiros que sirvam de guias turísticos a quem visita a região.

A Diocese de Angra que abrange todo o arquipélago dos Açores, possui um total de 172 paróquias distribuídas pelas nove ilhas.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações