Estagiários da Google ganham quase 5 mil euros por mês

Empresa especializada em investigar características de vários empregos revelou que estagiários da Google recebem, por mês, uma média de 6 mil dólares (mais ou menos 4500 euros)

Foto
Michael Dalder/Reuters

Numa altura em que estreia, nos cinemas, um filme de comédia à volta de um estágio na Google, a Glassdoor divulgou a remuneração mensal dos estagiários do gigante da Internet. É para invejar.


A Glassdoor — uma empresa especializada em investigar as características de vários empregos, para a criação de "rankings" — garante que os estagiários que passam pela Google ganham, em média, 5.800 dólares (4.340 euros) por mês. Mas não fica por aqui. Aqueles que são engenheiros especializados num qualquer software têm direito a 6.700 dólares mensais (cerca de 5.012 euros).

Tendo em conta que, na empresa de Larry Page e Sergey Brin, é norma os estagiários ficarem, pelo menos, três meses a trabalhar, significa que os "interns" melhor remunerados saem da Google com, mais ou menos, 20 mil dólares no bolso (perto de 15 mil euros).

Foto
DR

Scott Dobroski, da Glassdoor, disse à publicação online de economia da CNN (CNN Money) que "não é assim tão surpreendente que os estagiários de uma empresa como a Google estejam a ser pagos de uma forma tão generosa", já que a procura por talentos da tecnologia é "uma guerra".

Na verdade, segundo a Glassdoor, há estagiários na Microsoft e na Amazon que são remunerados da mesma forma, e, na empresa de Bill Gates, existem alguns a ganhar até mais (sete mil dólares).

Um "Noogler" tem de ter "Googleyness"

É verdade que, para estagiários, são salários que impressionam qualquer pessoa. No entanto, basta dar uma vista de olhos na página de emprego da Google, para perceber que se trata de outro campeonato.

Para se ser um "Noogler" (um contratado pela Google — a praxe obriga-o a usar aquele chapéu), é preciso ultrapassar um processo de entrevistas e provas muito rigorosas e peculiares. Além de que é necessário o candidato ter uma característica designada de "Googleyness", uma espécie de factor X.

Tudo isto quer dizer que só os melhores dos melhores em cada área é que conseguem entrar nos quadros da empresa das letras coloridas. Para os que só conseguirem um estágio, bem, para esses, o desemprego nunca foi recheado de tanto dinheiro.