Mário Soares: “Cavaco foi vaiado? Ele tem que tomar uma decisão sobre isso”

Reacção do ex-Presidente da República aos acontecimentos em Elvas.

Foto
Mário Soares nas comemorações do 25 de Abril deste ano, no Palácio de Belém Nuno Ferreira Santos

“Cavaco foi vaiado?”. Foi com esta pergunta que o antigo Presidente da República reagiu à informação. Depois, argumentou: “Ele tem baixado nas sondagens, tem que tomar uma decisão sobre isso, o Governo está a destruir Portugal a vender ao retalho todo o nosso património.” 

Sobre os dois anos do executivo de Pedro Passos Coelho, Mário Soares começou por assinalar que este é um Governo “em que os ministros não podem sair à rua”. De seguida, fez um sintético balanço: “Portugal está a ser arruinado, o património está a ser vendido, as universidades não têm dinheiro, os professores estão furiosos…”

Quanto ao anúncio de Passos Coelho de querer voltar a candidatar-se, Soares sintetizou: “É um disparate total.” Por fim, o antigo Presidente da República considerou que “a troika fala demais” e criticou “a subserviência do Governo português face à troika, que é insustentável.”