Maioria rejeita propostas da oposição para promoção do cinema

Foto

A maioria PSD/CDS-PP chumbou esta sexta-feira projectos de resolução de PS, PCP e BE que recomendavam ao Governo a promoção do cinema, designadamente na vertente digital, e sua maior difusão pelo país.

A proposta da bancada socialista contou com os votos favoráveis da restante oposição, enquanto os textos de PCP e BE viram os deputados do PS absterem-se, no plenário da Assembleia da República.

O projecto de resolução de sociais-democratas e democratas-cristãos sobre a clarificação da missão das diferentes instituições de ensino superior foi aprovado, com votos contra de toda a oposição, enquanto a proposta comunista de valorização da rede pública de ensino superior foi rejeitada pela maioria e pelo PS.

O PCP propôs também a suspensão imediata do processo de privatização da rede de creches e infantários da segurança social, pretensão chumbada igualmente por PSD, CDS-PP e PS.

O BE quis recomendar ao Governo que fizesse uma discussão pública obrigatória sobre decisões relativas à reorganização das urgências do Serviço Nacional de Saúde, mas a maioria e a bancada socialista rejeitaram também essa pretensão.

O projecto de resolução do PCP pela reabertura das urgências nocturnas do Hospital dos Covões foi igualmente chumbado pela maioria, tal como a proposta comunista de criação da administração dos portos do Algarve.