Instagram

30diasapedalar no Instagram

Fotogaleria

Noruega, Oslo. Tiago Cordeiro encontrou uma bicicleta de estrada no lixo e adoptou-a. "Trouxe-a para Portimão, afinei-a e troquei a fita do guiador", conta ao P3 o arquitecto de 31 anos, orgulhoso da sua Peugeot. "Costumava equipar-me para fazer desporto, agora uso a bicicleta com roupa normal, uso-a como uso a carteira ou o telemóvel. Às vezes gostamos de complicar. Este é um objecto muito simples". E vão dois. O segundo é o seu smartphone com a app Instagram devidamente afinada. Entre Lagos e Portimão, Tiago coloca em prática o projecto #30diasapedalar, com assumida inspiração no site 30daysofbiking e na receita de Rebecca Kaye, ilustradora e designer de Edinburgo. "As distâncias deixaram de ser barreiras. Passei a relativizar a distância e o tempo", confessa. "Temos uma mais real noção de escala e do próprio território quando o percorremos, principalmente a pé ou de bicicleta. Arriscaria dizer que não pertencemos a um local se nos deslocamos nele sempre enfiados dentro de um carro".

Sugerir correcção