Stanley Kubrick tinha outro desfecho para "The Shining"

Lee Unkrich, um dos realizadores de "Toy Story" e fã de Kubrick, revelou três páginas de uma cena final que fazia parte do argumento original de "The Shining"

Foto

Para quem ainda não viu "The Shining" (1980), fica o alerta de "spoilers". Lee Unkrich, um dos realizadores de "Toy Story", gere, há pouco mais de um ano, o Tumblr The Overlook Hotel, em homenagem ao local onde se passa o filme de terror de Stanley Kubrick, de quem Unkrich é um aficionado inveterado.

Há poucos dias, Unkrich, talvez pela facilidade com que se move na indústria, revelou três páginas de uma cena final que fazia parte do argumento original de "The Shining". Na verdade, esta cena chegou mesmo a ser filmada e incluída no filme. Só quando já estavam a decorrer as primeiras exibições, nos EUA, é que Kubrick deu ordem para a película ser alterada.

A partir daí, o filme exibido passou a ser aquele que todos hoje conhecem e todas as cópias com a cena em questão foram, pelo que se sabe, destruídas. Ficaram apenas três fotos Polaroid e, claro está, as três páginas do argumento agora reveladas, para comprovar a existência do desfecho alternativo do filme. Mas se ainda houvesse dúvidas, basta referir que duas das personagens que só actuaram na tal cena aparecem, desde sempre, nos créditos do filme. No caso, Burnell Tucker, como "Policeman" (Polícia), e Robin Pappas, como "Nurse" (Enfermeira).

Não se preocupem, os Torrance ficaram bem

Quem viu "The Shining", dificilmente esquece as sequências finais do filme, com o lunático Jack Torrance (Jack Nicholson) a perseguir, no labirinto coberto de neve, o pequeno Danny. Na versão que hoje é conhecida, depois de Danny conseguir escapar, juntamente com a mãe, surge um plano (aterrador) de Jack Torrance congelado na neve, a que se segue a cena final que revela uma foto de Jack no baile de 1921, no mesmo hotel em que se passa o filme.

Pois bem, na versão original de Kubrick, que só as poucas pessoas que assistiram às primeiras exibições conhecem, existe uma cena entre a sequência de Jack congelado e a sequência da foto do baile. Esta cena, revelada pelo argumento que Lee Unkrich divulgou no Tumblr, passa-se num hospital, onde estão o pequeno Danny e a mãe, Wendy Torrance (Shelley Duvall), a recuperarem do pesadelo que viveram. A certa altura, Stuart Ullman (Barry Nelson), o dono do Overlook Hotel, surge em cena para garantir se os Torrance estão bem. A resposta é positiva.

De facto, foi com esse propósito que, numa primeira fase, Kubrick quis incluir a cena em causa. Para que os espectadores não tivessem dúvidas de que os Torrance tinham ficado bem. Diane Johnson, co-realizadora do filme, confirma: "Ele [Kubrick] tinha um fraquinho pela Wendy e pelo Danny e pensou que, no fim de um filme de terror, o público devia ter a certeza de que tudo tinha voltado ao normal".