Trabalho do colectivo Almeida e Silva, Luís Giestas e Gonçalo Gonçalves DR
Foto
Trabalho do colectivo Almeida e Silva, Luís Giestas e Gonçalo Gonçalves DR

Trabalhos do BES Revelação 2011 em Serralves

Projectos de Ana de Almeida, Catarina de Oliveira e do colectivo formado por Gonçalo Gonçalves, Luís Giestas e Almeida e Silva vão estar expostos no Porto a partir de 30 de Novembro

O Museu de Arte Contemporânea de Serralves acolhe, mais uma vez, os projectos vencedores do BES Revelação 2011. A exposição tem inauguração marcada para o dia 29 de Novembro na Casa de Serralves, no Porto.

Trata-se da sétima edição do concurso anual, organizado pelo Banco Espírito Santo e pela Fundação de Serralves, que premeia a criatividade e a produção de jovens artistas portugueses até aos 30 anos.

Seleccionados num universo de cerca de 70 candidaturas, os vencedores Ana de Almeida (Praga, 1987), Catarina de Oliveira (Lisboa, 1984) e o colectivo de artistas formado por Gonçalo Gonçalves (Lisboa, 1988), Luís Giestas (Vila do Conde, 1988) e Almeida e Silva (Lisboa, 1981), receberam uma bolsa de produção no valor de 7500 euros que servirá de apoio à realização dos trabalhos a apresentar.

PÚBLICO -
Foto
Catarina Oliveira

Os três projectos vencedores

PÚBLICO -
Foto
Ana de Almeida

Ana de Almeida apresentou projecto intitulado "Al Wahda", uma instalação composta por diapositivos, vídeos e um artigo de imprensa, todos relativos a naufrágios, encalhes e afundamentos de navios, dando especial destaque a um navio que afundou perto do Estoril em 1989, depois de uma tempestade.

A proposta de Catarina de Oliveira, ainda sem título, “consiste num vídeo retroprojetado num acrílico, em que a artista se propõe investigar a criação, nos dias de hoje, de mitologias e sistemas de crença que não sirvam uma agenda de políticas nacionalistas e de territorialização”.

O terceiro projecto premiado, do colectivo Almeida e Silva, Luís Giestas e Gonçalo Gonçalves, apresentam "um projecto que teve a sua génese no envio, por parte de um dos membros do grupo, de uma fotografia ou algo “photography media related” para os outros dois. Após a sua recepção, cada membro do grupo criou um novo trabalho, em resposta aos recebidos, enviando-o para os outros dois membros e sucessivamente." O processo foi mantido até um mês antes da exposição, altura em que começaram a dar forma àquele que seria o projecto final.

A exposição poderá ser visitada de 30 de Novembro de 2011 a quatro de Março de 2012, na Casa de Serralves, no Porto. O bilhete terá um custo de sete euros por pessoa. A entrada é livre para estudantes e visitantes até aos 18 anos.