Português agastado com entradas duras e assobios do público

Cristiano Ronaldo: “Assobiam-me porque sou bonito, rico e um grande futebolista. Não tenho outra explicação”

Ronaldo reclama com o árbitro Svein Oddvar Moen durante o jogo com o Dinamo Zagreb
Foto
Ronaldo reclama com o árbitro Svein Oddvar Moen durante o jogo com o Dinamo Zagreb Nikola Solic/Reuters

Cristiano Ronaldo criticou duramente a arbitragem do Dinamo Zagreb-Real Madrid e comentou os apupos dos adeptos do adversário. “Será porque sou bonito, rico e um grande futebolista. É por terem inveja de mim. Não tenho outra explicação”, disse o português.

O avançado do Real Madrid, alvo preferido do público adversário quando a equipa joga fora do Santiago Bernabéu, ficou insatisfeito com uma entrada dura de Jerko Leko, que obrigou o português a ser suturado com três pontos no tornozelo direito. “Não entendo. Fala-se de protecção aos bons jogadores, mas eu não tenho nenhuma. Espero que este árbitro não nos volte a apitar, porque é uma vergonha”, disse no final do encontro de quarta-feira, referindo-se ao norueguês Oddvar Moen.

O Real Madrid saiu vitorioso da Croácia (0-1, golo de Dí Maria), mas nem isso acalmou o jogador madeirense, que considerou que tem um tratamento diferente em relação a outros jogadores. “A verdade é que não entendo nada. As arbitragens, o “fair play” de que tanto fala a UEFA, a protecção dos jogadores mais técnicos... Fico triste porque os árbitros dizem que vão proteger os jogadores mais técnicos. A uns não se lhes pode nem tocar, mas a mim podem dar patadas”.

As duras críticas à arbitragem neste discurso a quente de Ronaldo poderão ser analisadas pela UEFA, que em ocasiões anteriores, mas especialmente quando se trata de treinadores, sancionou a pessoa em causa.