“É possível fazer muito melhor”, diz Domingos na apresentação

Foto
Foto: Nuno Ferreira Santos

“Sinto-me envolvido num projecto ganhador, é para isso que aqui estou”, disse Domingos Paciência perante um auditório repleto de sócios e adeptos. “Fui visitar o museu e tenho de dizer que o Sporting é muito grande. Mas aquilo é o passado, e nisso não podemos mexer. Vamos mexer no presente e no futuro”, acrescentou o técnico.

“Esta é uma responsabilidade muito grande mas também muito boa. Tenho a consciência que este é um grande desafio. É um passo enorme na minha carreira e não quero falhar”, continuou Domingos Paciência, não querendo entrar em detalhes sobre a constituição do plantel para a próxima época: “Está-se a trabalhar e tudo será feito para no princípio da época termos uma equipa forte”. “O critério na escolha é importante para evitar erros [nas contratações]. Há qualidade no plantel e na formação”, apontou ainda Domingos Paciência.

Quanto aos objectivos desportivos, Domingos utilizou as palavras do presidente Godinho Lopes: “Vamos lutar para ser primeiros. O Sporting deve lutar pelo primeiro lugar”. “A responsabilidade existe em tudo na vida. Acreditamos que é possível fazer muito melhor”, vincou o novo técnico leonino.

Antes da intervenção de Domingos Paciência, Godinho Lopes mostrou-se satisfeito por apresentar aquele que foi o escolhido “desde o primeiro momento”. “Estamos todos com fome de bom futebol e de ganhar. O Domingos também”, disse o presidente do Sporting, empenhado em “devolver aos sportinguistas a vontade de vencer e aos atletas o orgulho de prestigiar a camisola”.