1500 pessoas defendem vilas de Benfica

Um grupo de cidadãos de Benfica, Lisboa, vai entregar este mês na autarquia uma petição com mais de 1500 assinaturas, em que pedem a preservação e recuperação da Vila Ana e da Vila Ventura, dois casarões centenários situados no número 674 da Estrada de Benfica.

Os edifícios, que constam do Inventário Municipal do Património e testemunham o estilo arquitectónico das casas apalaçadas e das quintas por que Benfica era conhecida no séc. XIX, estão agora num estado avançado de degradação, apesar de ter ainda três inquilinos. A empresa proprietária, a Ormandy Portuguesa, foi já intimada pela autarquia a avançar com as obras, sob pena de a autarquia tomar posse administrativa dos imóveis e fazer obras coercivas. Alexandra Carvalho, do movimento de cidadãos, soube ontem que "já há conversações" com a empresa e que uma solução está "em estudo". Mas mantêm-se as preocupações com o eventual desmoronamento dos imóveis ou o risco de incêndio devido ao "matagal" em que se tornaram os jardins. A autarquia já garantiu que vai emparedar o piso térreo.