Jesualdo considera que Vitória de Setúbal vai exigir mais que os restantes adversários

Jesualdo Ferreira disse que o facto de o Vitória de Setúbal estar a atravessar um mau momento, ter trocado de treinador e procurar deixar o último lugar, vai obrigar o FC Porto a maior empenhamento e respeito.

O técnico considerou ainda que o FC Porto, neste momento, não está tão mau como quando as coisas não corriam bem, numa fase menos boa, nem não bem pelo facto de vencer os últimos jogos.

Jesualdo Ferreira, numa abordagem à evolução registada a vários níveis, quer na equipa quer nos jogadores, considera que à equipa do FC Porto falta “equilíbrio”, fundamental para que seja eficaz.

O treinador dos “dragões”, que se escusou a comentar a proximidade do jogo com o Benfica, adiantou que o FC Porto pensa “jogo a jogo e não irá mudar agora a sua filosofia”. “O Vitória de Setúbal, pela classificação que ocupa neste momento, ainda é mais difícil do que seria uma equipa com uma posição melhor. É um histórico do futebol português, que tem tido duelos interessantes com o FC Porto”, disse.

O treinador dos “dragões” conta que o Vitória de Setúbal irá jogar com as armas que tem”. “Não sei qual é o modelo que vai utilizar, mas sei que tem um treinador experiente, com grandes qualidades humanas e técnicas”, frisou.

“Por tudo o que o jogo envolve, o Vitória de Setúbal será uma equipa reforçada nas capacidades físicas, mentais e tácticas”, justificou Jesualdo Ferreira, exigindo aos seus jogadores a máxima concentração. Para o treinador, o Vitória de Setúbal obriga a que o FC Porto seja uma equipa “séria e competitiva”.

Jesualdo Ferreira, tal como declinou abordar o jogo com o Benfica, também se escusou a revelar se o FC Porto iria aproveitar o mercado de Inverno para reforçar o plantel, considerando que cada coisa a seu tempo.

O treinador levantou apenas a ponta do véu quanto à equipa a apresentar domingo, no Dragão, referindo que - ao contrário do que tinha adiantado em Madrid - “Varela vai mesmo jogar, porque Valeri está constipado”.

Sugerir correcção
Comentar