PSD: Manuela Ferreira Leite enfrenta críticas de Passos Coelho e Marcelo Rebelo de Sousa

Foto
Marcelo diz que os portugueses não podem confiar numa líder ausente Luís Ramos (arquivo)

Mas Rebelo de Sousa não está sozinho nas críticas vindas do seio do PSD à líder. Também Pedro Passos Coelho, ex-candidato a líder dos sociais-democratas, diz hoje, na edição de hoje do “Diário de Notícias” que Manuela Ferreira Leite não deve atribuir culpas ao executivo de Sócrates mas antes avançar com propostas e procurar consensos perante uma crise que, segundo Passos Coelho, está para ficar por quatro ou cinco anos.

Para Marcelo Rebelo de Sousa os portugueses querem “que Manuela Ferreira Leite fale da crise” e “dê confiança” e adiantou ainda que, na sua opinião, a líder do PSD devia convidar José Sócrates “a conjugar esforços com os partidos da oposição”, mostrando a disponibilidade do PSD, “já que o primeiro-ministro não tomou a iniciativa e quis a bola só para ele”.

Para o comentador o estilo de Ferreira Leite não contava com uma crise desta dimensão e o resultado de uma recusa em adaptar essa estratégia vai ver-se nas sondagens: "Os portugueses confiam mais em José Sócrates, porque não se pode confiar em quem está ausente".