Salesiano Silva Mendes é o novo bispo auxiliar de Lisboa

Joaquim Silva Mendes dirigia actualmente a Escola de Manique e será ordenado a 30 de Março nos Jerónimos

a O padre salesiano Joaquim Augusto da Silva Mendes, actual director da Escola Salesiana de Manique (Cascais), foi ontem nomeado para bispo auxiliar de Lisboa. O anúncio da nomeação foi feito ontem em Roma e também em Lisboa, através de um comunicado da Nunciatura Apostólica do Vaticano. Padre desde 1983, o novo bispo passa a integrar a equipa dirigida pelo cardeal D. José Policarpo, que em Março deste ano completa dez anos à frente do patriarcado. Além do novo nomeado, os outros bispos auxiliares são Tomaz da Silva Nunes (nomeado em Março de 1998), Carlos Azevedo e Anacleto Oliveira (nomeados em Fevereiro de 2005).
Com 59 anos (nasceu a 14 de Março de 1948), Joaquim Silva Mendes irá ocupar a vaga aberta pela nomeação, há quase um ano, de Manuel Clemente para bispo do Porto.
Natural de Castelões de Cepeda (Paredes, diocese do Porto e salesiano como o anterior bispo de Díli, Ximenes Belo, Joaquim Mendes fez os votos perpétuos na Sociedade Salesiana de São João Bosco em 1981. Aliás, a nomeação foi anunciada, diz uma nota do Patriarcado de Lisboa, a 31 de Janeiro, dia em que a Igreja Católica assinala o dia de São João Bosco, fundador dos salesianos.
O novo bispo é licenciado em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa e em Teologia Espiritual pela Universidade Pontifícia Salesiana de Roma.
Joaquim Silva Mendes desempenhou, entre outras, as funções de director do Colégio de Órfãos do Porto, presidente da Conferência Regional dos Institutos Religiosos da Diocese do Porto (1993-1996), membro da direcção da Conferência Nacional dos Institutos Religiosos (2002-2005) e superior da Província Portuguesa da Congregação Salesiana (1999-2005).
A ordenação episcopal do novo bispo auxiliar decorre a 30 de Março, em Lisboa, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos), às 16 horas. A acompanhar o patriarca, como bispo sagrante, estarão Manuel Clemente, do Porto, e Gilberto Canavarro dos Reis, de Setúbal, como consagrantes. A nomeação de Joaquim Silva Mendes é a terceira de bispos portugueses em menos de um mês.