Lisboa: ginásio ao ar livre no Jardim da Estrela para maiores de 50 anos

Foto
O Circuito Idade Maior será inaugurado às 08h30 de amanhã por 50 pessoas de idade maior Daniel Rocha/PÚBLICO (arquivo)

Desenvolvido em parceria entre a Direcção-Geral de Saúde, a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa e o laboratório farmacêutico Pfizer, o Circuito Idade Maior, integrado no Projecto Idade Maior, pretende "desenvolver comportamentos saudáveis" e "educar para a gestão da doença os adultos de idade maior".

A socialização e a redução dos níveis de sedentarismo são outras das finalidades do circuito, como explicou o director médico do laboratório, Aleixo Dias, um dos promotores da iniciativa. "A morte para a vida começa muito cedo e é preciso criar estímulos para os mais velhos praticarem alguma actividade física orientada por profissionais de saúde e desporto", acrescentou Aleixo Dias.

Para a professora Helena Santa Clara, da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, com exercício os praticantes estarão "mais aptos para o desempenho das tarefas quotidianas com autonomia, melhorando a sua qualidade de vida". "A maioria dos adultos de idade avançada têm como grande meta manter a sua autonomia e funcionalidade até o mais tarde possível no decurso das suas vidas" e isso pode ser conseguido através do desporto, sustentou.

No Jardim da Estrela, quem tiver mais de 50 anos vai poder treinar gratuitamente nos 16 equipamentos disponíveis no circuito, que foi desenhado de forma a permitir o acesso a pessoas portadoras de deficiências motoras. Os aparelhos foram criados especificamente para cada grupo muscular, com vários graus de dificuldade, de forma a adequar-se às exigências de cada sénior.

Em todos os pontos de paragem está disponível informação de leitura fácil sobre o modo mais adequado de praticar cada exercício e o potencial impacto dessa prática no seu estado de saúde.

Segundo Helena Santa Clara, os equipamentos inseridos no circuito vão proporcionar exercícios de força muscular, de flexibilidade, de coordenação, de equilíbrio e postura.

O Projecto Idade Maior surgiu em 2005 no seguimento de um alerta da Organização Mundial de Saúde em que afirmou que o exercício físico, mesmo quando iniciado em idades mais avançadas, é um forte factor promotor de ganhos em saúde, explicou o médico.

A iniciativa promove uma maior proximidade entre os prestadores de cuidados de saúde ao nível dos Cuidados de Saúde Primários e a comunidade mais idosa.

O Circuito Idade Maior será inaugurado às 08h30 de amanhã por 50 pessoas, que serão acompanhadas por professores da Faculdade de Motricidade Humana em cada um dos exercícios.

Sugerir correcção
Comentar