Português ilustra livro infantil de Madonna

Rui Paes gosta de barroco e pinta castelos. Madonna, a grande estrela da música pop, descobriu-o ao ler um jornal. Haverá um leilão com livros autografados pelos dois

O pintor português Rui Paes, que vive há anos em Londres, ilustrou o último livro infantil de Madonna, que, por essa razão, vai ser lançado em Portugal antes de qualquer outro país.O lançamento é a 1 de Junho, Dia Mundial da Criança, na Feira do Livro de Lisboa, onde Rui Paes dará autógrafos. Uma semana depois haverá a festa de lançamento mundial, em Nova Iorque, com Madonna e o ilustrador português.
"Ele gostava muito de ir à cerimónia de Nova Iorque com um fato português, nós sugerimos a dupla Manuel Alves/José Manuel Gonçalves e ele gostou", disse ontem Ricardo Machaqueiro, porta-voz da Dom Quixote, que edita o livro em Portugal.
O livro, Pipas de Massa (Lotsa de Casha no original) é o último da série que Madonna escreveu para crianças: As Rosas Inglesas, As Maçãs do Sr. Peabody, Yakov e os Sete Ladrões e As Aventuras de Abdi, publicados em mais de 100 países e 40 línguas.
Madonna, revelou ontem a Dom Quixote, autografou 10 livros - duas colecções completas - para serem leiloados em Portugal. "Vamos lançar uma campanha na televisão", disse Machaqueiro, e o dinheiro será oferecido à Associação de Pais e Amigos das Crianças com Cancro (Acreditar). Tal como nos livros anteriores, Madonna vai doar os lucros mundiais à Spirituality for Kids Foundation.
Rui Paes, que nasceu em Pemba, Moçambique, em 1957, é pintor - fascinado pelo barroco - e vive desde os anos 80 em Londres, onde fez um mestrado em pintura no Royal College of Art (antes estudou nas Belas-Artes do Porto). O seu trabalho, que inclui murais e cenografia, está em várias colecções privadas, diz a Dom Quixote.
O livro é sobre um mercador muito rico chamado Pipas de Massa, que tinha tudo menos felicidade. Foi a médicos ("inúteis") e a um sábio ("tarado"), mas as coisas só mudaram quando, pela primeira vez, sentiu gratidão. A história tem vários factos - ou frases feitas que tomam a forma de aforismos e provérbios ou abrem para a tradicional moral da história - como "As pessoas infelizes querem que todas as outras sejam infelizes" e "Quando se aprende a partilhar, não se encontra só a felicidade. Encontra-se também um amigo".
Pipas de Massa, diz Machaqueiro, está cheio de segredos. Há citações a uma obra do pintor renascentista alemão Dürer; há um auto-retrato de Paes (um busto de pedra); desenhos dos filhos de Madonna e até o cão do ilustrador português.
Ontem, numa entrevista ao Diário de Notícias, Rui Paes contou que, ao longo do ano e meio de trabalho, falou com Madonna duas vezes. A primeira foi quando ela ligou a dizer que "estava muito satisfeita" com as ilustrações; a segunda foi ele a pedir à cantora desenhos dos seus filhos (resultado na página 18). Madonna descobriu o trabalho de Paes num artigo de 2003 no New York Times sobre a pintura que fez num castelo na Noruega reutilizando a linguagem do rococó francês.