Desinformação com “tiros” a comitiva do Chega com mais impacto do que correcção

A conclusão consta de uma análise do MediaLab do ISCTE, no âmbito de um projecto em parceria com a Lusa, para aferir a desinformação e os conteúdos a circular nas redes e sociais e meio online.

Foto
André Ventura durante numa arruada do Chega LUSA/PAULO CUNHA
Ouça este artigo
00:00
04:57

O caso de desinformação dos alegados tiros à comitiva do Chega a Famalicão, na quarta-feira, teve "mais alcance e impacto" nas redes sociais do que a sua correcção, quatro horas depois, segundo o MediaLab do ISCTE.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 6 comentários