Rumo ao teste da rua

Se num frente-a-frente na televisão conta a capacidade de argumentação, na rua vale a empatia, a capacidade para mostrar às pessoas que se tem um projecto para o país e a força para o concretiztar.

Ouça este artigo
00:00
02:19

Desde que os debates começaram que se foi acentuando o desequilíbrio entre o candidato a primeiro-ministro do Partido Socialista (PS), Pedro Nuno Santos, e o candidato a primeiro-ministro da Aliança Democrática (AD), Luís Montenegro. A expectativa com que cada um deles tinha partido para este momento eleitoral foi-se desfazendo a cada debate: Pedro Nuno Santos revelava menos força e menos solidez do que se pensava e Luís Montenegro apresentava-se mais combativo e mais concentrado do que se imaginava.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 14 comentários