Inteligência no combate à fraude

A cada dia os softwares ficam mais inteligentes e abrem-se novas portas para o uso dos famosos algoritmos. Como é que esta “inteligência artificial” pode ajudar no combate à fraude? A PSE explica.

Foto

Já ouviu falar em Data Science? O termo é inglês, mas fácil de explicar: é a ciência de analisar dados, conseguindo traduzi-los em conhecimento e dando-lhes aplicações práticas. E é isto que a PSE faz desde 1994. Esta empresa portuguesa especializou-se no mundo da small data e da big data ou, por outras palavras, de análises micro e macro.

Hoje, o objectivo é ainda mais ambicioso. Entramos no mundo da smart data: um tipo de dados que é obtido com o fim de reproduzir padrões e criar algoritmos inteligentes. E agora a PSE apresenta a sua solução para combater as tentativas de fraude: a solução PSE Fraud Management, uma análise de risco de fraude para empresas.

A solução PSE apresenta-se como uma forma de ter uma actuação preventiva sobre este tipo de riscos, combinando técnicas de detecção de novos padrões, com softwares de análise preditiva - sempre baseados no conceito de aprendizagem e melhoria contínua.

O que permite fazer

A Solução PSE Fraud Management é inovadora no sentido em que contempla um sistema de scoring de risco em real-time baseado nas preferências do cliente: é flexível ao ponto de permitir a gestão e mudança dos critérios de risco e permite autonomia ao utilizador para definir os seus próprios modelos de risco e fraude.

O processo é muito simples de explicar e funciona em quatro partes: Prevenir, Detectar, Investigar e Sancionar.

Em primeiro lugar, a prevenção. Isto é, a criação de processos que protejam o negócio do cliente - seja ele qual for - e permitam criar um padrão de segurança. Depois, a Detecção. Que, no fundo, se traduz em todos os tipos de comportamento que fujam do padrão inicial de segurança: toda a actividade suspeita que fuja à norma é detectada e assinalada como possível fraude.

Mais tarde, é preciso investigar a actividade suspeita. É a etapa de Investigar, onde são disponibilizados um conjunto de relatórios de suporte e registo de resultados para a toma consciente de decisões. Por fim, Sancionar. Sancionar é partilhar conhecimento com outras entidades para prevenir estes padrões no futuro - por exemplo, através da criação de black lists comuns.

O futuro da segurança é inteligente e está a chegar a todas as empresas. E a melhor maneira de lidar com o risco é mesmo preveni-lo.

Sugerir correcção
Comentar