O que vai a NBA fazer com Kyrie Irving?

“Terraplanista”, antivacinação, divulgador de propaganda anti-semita, que também é um dos mais talentosos basquetebolistas da actualidade. Ficaria a NBA melhor sem ele?

Foto
Kyrie Irving, jogador dos Brooklyn Nets Brad Penner/USA Today/Reuters

Kyrie Irving provavelmente nunca ouviu falar de Raúl Seixas, um dos pioneiros do rock brasileiro, nem de uma das suas músicas mais famosas, um hino contra a conformidade em que Seixas dizia o seguinte: “Prefiro ser essa metamorfose ambulante/Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo” .Estes dois versos do roqueiro brasileiro dos anos 1980 parece que foram escritos a pensar em Kyrie, que olha para si próprio como um “pensador livre”, com liberdade para achar que a terra é plana, para alinhar a sua visão do mundo com a de um teórico da conspiração, para divulgar um documentário de propaganda anti-semita e para não querer ser vacinado contra a covid-19.

Sugerir correcção
Comentar