Ó, meus caros preços

Paramos num ferro-velho com uma tabuleta irresistível: e divertimo-nos a distinguir uma velharia de uma antiguidade. Não valiam as diferenças óbvias: que a velharia é mais barata, porque não há ninguém que queira aquilo, e que a antiguidade é mais cara, porque não há quem não a queira.

Paramos num ferro-velho com uma tabuleta irresistível: por baixo de umas letras coçadas que dizem “Velharias”, alguém acrescentou “E Antiguidades”.

Sugerir correcção
Ler 17 comentários