Espanha pode estar a viver a sua pior seca e torra com o calor

O país vizinho está ter o quarto ano mais seco desde 1961 e a água armazenada está a 40% do seu total. Nas horas mais quentes, as aldeias e cidades ficam praticamente vazias de gente. O governo português garante que “até ao momento, Espanha cumpriu” com o envio “dos caudais previsto na Convenção de Albufeira”.

#LM Miguel Manso - Barragem de Sierra Brava - 12 de julho de 2022
Fotogaleria
#LM Miguel Manso - Barragem de Sierra Brava - 12 de julho de 2022 Miguel Manso
#LM Miguel Manso - Barragem de Sierra Brava - 12 de julho de 2022
Fotogaleria
#LM Miguel Manso - Barragem de Sierra Brava - 12 de julho de 2022 Miguel Manso
#LM Miguel Manso - Barragem do Alange - 13 de julho de 2022
Fotogaleria
#LM Miguel Manso - Barragem do Alange - 13 de julho de 2022

Na memória de muitos espanhóis ainda está bem viva a grande seca que o país sofreu entre 1991 e 1995. Foi mesmo considerada a maior seca do século XX. A redução dos recursos hídricos chegou a mais de 80% abaixo da capacidade total. Várias colheitas foram perdidas e cerca de 12 milhões de pessoas sofreram restrições ao consumo de água. A seca extrema voltou a atingir Espanha este ano e há já quem a considere pior que a vivida nos anos 90.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários