João Leão garante que não interveio no financiamento do Estado ao Iscte

Antigo ministro das Finanças é agora vice-reitor da instituição de ensino superior onde vai gerir projecto que tem apoio público de 8 milhões de euros.

Foto
João Leão é professor no Iscte desde 2008 Daniel Rocha

O ex-ministro das Finanças João Leão garante que não teve qualquer intervenção na decisão de incluir um financiamento público ao Centro de Valorização e Transferência de Tecnologias (CVTT) do Iscte – Instituto Universitário de Lisboa, onde agora é vice-reitor, no Orçamento do Estado para 2022. Esse apoio já constava do documento apresentado em Outubro, quando ainda era governante, e tem inscritos 8 milhões de euros na versão apresentada esta semana pelo seu sucessor, Fernando Medina.

Sugerir correcção
Ler 21 comentários