Exposição

Lente Feminina: as mulheres que mudaram o rosto da Fotografia

Série Máscaras, 1998 ©Maria José Palla
Fotogaleria
Série Máscaras, 1998 ©Maria José Palla

A exposição Lente Feminina, patente no Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto, contém fotografias feitas exclusivamente por mulheres ao longo do século XX. O objectivo, refere o CPF em comunicado, é “homenagear as mulheres fotógrafas representadas na Colecção Nacional de Fotografia cujas práticas individuais contribuíram para a excelência da narrativa fotográfica e romperam com os conceitos pré-concebidos de uma profissão dominada por homens”.

Entre as imagens expostas destacam-se as da americana Doris Ullman, realizadas entre 1928 e 1934, que “retratam os trabalhadores afro-americanos nas plantações do sul dos EUA”, as de Margaret Bourke-White, a primeira mulher norte-americana fotojornalista de guerra, ou mesmo as da fotógrafa austro-britânica, que foi também espia a serviço da União Soviética, Edith Tudor Hart. A boémia russa Ida Kar, a humanista franco-suíça Sabine Weiss Weber e a espanhola da Magnum Photos Cristina García Rodero pertencem também ao leque de artistas cuja obra integra a exposição. “Em Portugal, Helena Almeida, uma das artistas plásticas mais proeminentes da segunda metade do século XX, criou uma obra que atravessa as fronteiras disciplinares e questiona as relações entre o corpo, a obra e o espaço”, remata o CPF, que incluiu também a sua obra fotográfica no corpo da exposição, patente até 22 de Maio na antiga Cadeia da Relação.

Dentro de mim #1, 1998
Dentro de mim #1, 1998 ©Helena Almeida
Auto-retrato, Berlim, 1931
Auto-retrato, Berlim, 1931 ©Eva Besnyö
Rio Trombetas, 1998
Rio Trombetas, 1998 ©Elza Lima
Interior de uma igreja, em Portugal, 1954
Interior de uma igreja, em Portugal, 1954 ©Sabine Weiss Weber