Escassez de recursos hídricos obriga a mudar modelo de armazenamento de água em barragens

A maioria das redes hidrográficas que alimentam as barragens no sul do país deixou de ter água suficiente para ser armazenada.

Foto
A barragem de Campilhas, na bacia do Sado, é uma das grandes afectadas pela seca Miguel Manso

Deixou de ser viável construir barragens seguindo o mesmo modelo de armazenamento de recursos hídricos como acontecia nos anos 60 e 70 do século passado, por já não haver água suficiente nas bacias hidrográficas que as alimentavam. Esta é uma das principais conclusões subtraída da reunião realizada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) esta tarde em Évora, na comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), com autarcas e outros responsáveis locais e regionais ligados à agricultura e à pecuária.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários