As ondas são “um vício e uma terapia” para Marta Paço, campeã do mundo de surf adaptado

A surfista de 16 anos, natural de Viana do Castelo, para quem o desporto é “um vício e uma terapia”, conquistou o primeiro lugar no campeonato mundial de surf adaptado nos Estados Unidos. Agora quer tentar a medalha olímpica, caso a modalidade seja introduzida nos Paralímpicos.

Foto
Marta Paço João Zamith

À medida que vai entrando no Centro de Alto Rendimento (CAR) de Surf de Viana do Castelo, junto à praia do Cabedelo, Marta Paço recebe abraços e elogios. Uma semana antes, Marta, de 16 anos, coleccionara mais um título para a sua ainda curta, mas recheada, carreira, sagrando-se, em Pismo Beach, no estado norte-americano da Califórnia, campeã mundial de surf adaptado na classe VI1, para atletas com deficiência visual.

Sugerir correcção
Comentar