Orientações pouco claras da DGS e falhas na comunicação nos hospitais: profissionais de saúde avaliam combate à pandemia

Além dos desafios impostos pela imprevisibilidade da pandemia, os profissionais de saúde sentiram o desajustamento do plano estratégico de combate à covid-19 face à evolução da doença, concluiu o Centro de Investigação RICH da Universidade Autónoma de Lisboa.

Foto
Foram inquiridos profissionais de saúde de um centro hospitalar e de um hospital PPP Daniel Rocha

Um desajustamento do plano estratégico de combate à pandemia, orientações pouco claras por parte da Direcção-Geral da Saúde (DGS) e falhas de comunicação foram as principais dificuldades sentidas pelos profissionais de saúde com cargos de gestão dentro dos hospitais, conclui uma investigação elaborada pelo Centro de Investigação RICH – Research & Innovation Center for Health, da Universidade Autónoma de Lisboa. Esta primeira avaliação, que contou com o contributo de um centro hospitalar e de um hospital gerido em parceria público-privada da Grande Lisboa, mostrou também que as direcções clínicas e de enfermagem ganharam importância na operacionalização da resposta à pandemia.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários