No Baixo Mondego, está em construção um passadiço que passa por um refúgio de aves

Organização não-governamental Milvoz diz que estrutura ameaça zona protegida. Câmara diz que trajecto foi pensado de forma a “minimizar o contacto” com fauna e flora.

animais,local,coimbra,ambiente,conservacao-natureza,biodiversidade,
Fotogaleria
Esta é uma Zona de Protecção Especial para Avifauna Milvoz
animais,local,coimbra,ambiente,conservacao-natureza,biodiversidade,
Fotogaleria
Milvoz

O Paul do Taipal, uma área integrada na Rede Natura 2000, serve como refúgio de aves no Baixo Mondego. No entanto, a construção de um passadiço na reserva e consequente trânsito de pessoas ameaça a “a diversa comunidade de aves aquáticas” desta mancha húmida, avisa a organização não-governamental de ambiente (ONGA), Milvoz. Na semana passada, a ONGA publicou um texto nas redes sociais em que apela à “suspensão imediata dos trabalhos”, dizendo que a instalação do passadiço “representa um grave dano ao património natural”.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários