Por uma zona de conforto para todos

Não é verdade que tendamos à inacção quando as questões de estabilidade pessoal são satisfeitas. Os itinerários estão longe de serem lineares.

Nos últimos anos, a nossa realidade foi sendo maquilhada com linguagem motivacional de segunda. Antes da pandemia já era assim. Agora é quase pornográfico. Há dias, ao ver um vídeo de um daqueles gurus que nos querem transformar a todos em líderes de qualquer coisa, com uma linguagem vinda da gestão, fiquei atónito. Pensava que a coisa se havia atenuado no actual contexto, mas não. De duas em duas frases, lá surgia o é preciso “pensar fora da caixa” ou o “sair da zona de conforto.”

Sugerir correcção
Ler 11 comentários