Os ricos nunca pagam a crise nem quando lhes convém

Os ricos nunca pagam nenhuma crise, já sabemos. Mas que se recusem a pagar a crise covid, um atentado contra os seus próprios interesses económicos, é razoavelmente irracional para o futuro dos seus rendimentos.

A quebra das patentes das vacinas foi defendida em Portugal pelo Bloco e PCP e no resto do mundo por perigosos comunistas como o presidente americano Joe Biden, o secretário-geral das Nações Unidas António Guterres, o ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso e a Organização Mundial de Saúde.

Sugerir correcção
Ler 41 comentários