Farmácias pedem aumento da comparticipação dos testes covid para poderem contratar mais pessoas

Por cada teste realizado nas farmácias, o Governo vai pagar o valor máximo de dez euros. O teste mantém-se, contudo, gratuito para os utentes, que têm direito a quatro por mês.

Foto
Os testes à covid feitos nas farmácias continuam a ser gratuitos LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

A Associação Nacional de Farmácias (ANF) não antecipa, por enquanto, problemas no abastecimento de testes rápidos de antigénio à covid-19, mas defende que a comparticipação dada pelo Governo deveria ser mais elevada para se contratarem mais profissionais. “Se o valor fosse superior poderia haver mais possibilidade de contratar recursos dedicados, durante este período de tempo, para a realização dos testes” gratuitos para a população, refere esta quinta-feira Ema Paulino, presidente da ANF, ao PÚBLICO.

Sugerir correcção
Comentar