Portugal e a Alemanha pós-Merkel

De uma fase aguda de “demonização” da Alemanha e da sua líder, no contexto da crise das dívidas soberanas e da intervenção da troika em Portugal, passou-se à cooperação fluida e a um discurso de solidariedade intra-europeia.

O dia 26 de Setembro foi marcado por dois atos eleitorais de enorme impacto para a vida dos portugueses – de tal forma que é legítimo discutir qual dos dois será mais determinante para o nosso futuro: as autárquicas, em que escolhemos quem irá liderar as nossas cidades e até o bairro em que moramos; outras em que não participámos, na aparentemente longínqua Alemanha.