Task force apela à vacinação. Taxa de recusa pode chegar a 4% da população

De acordo com dados de Julho, o risco de morte por covid-19 no caso de infecções de indivíduos completamente vacinados é “três a sete vezes inferior” ao de não vacinados, especifica a Direcção-Geral da Saúde.

Foto
O relatório divulgado esta sexta-feira é o primeiro com dados relativos a infecções, internamentos e óbitos por estado vacinal Paulo Pimenta

A percentagem de pessoas que recusa ser vacinada contra a covid-19 em Portugal pode vir a ser superior à previsão inicial da task force responsável pela campanha a nível nacional. A taxa de recusa de vacinação “anda entre os 2% e os 3%”, tem repetido o coordenador da equipa, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo. Mas, agora que já está na recta final do processo, Gouveia e Melo admite que a percentagem dos que não querem ser vacinados venha a ser superior a esta estimativa. “Vão ser 3 a 3,5%, no máximo serão 4%”, disse ao PÚBLICO.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários