Ponte entre Montalvão e Cedillo põe fim a “enclave” criado pela Iberdrola

O Fundo Europeu de Resiliência disponibiliza a Portugal nove milhões de euros para construir até 2025 uma ponte sobre o rio Sever e assim retomar a ligação entre as duas comunidades.

Foto
Rui Gaudencio

Quase meio século após a construção da barragem de Cedillo, no rio Tejo e em território espanhol, obra que pôs termo à ligação ancestral entre a população portuguesa de Montalvão (442 habitantes) e a povoação espanhola de Cedillo (428 habitantes), o elo transfronteiriço entre as duas comunidades vai ser retomado. Uma ponte vai permitir que as populações retomem o contacto, até agora circunscrito aos fins-de-semana, única altura em que a Iberdrola permitia que se passasse pelo coroamento da barragem. Nos restantes dias, restava aos vizinhos que distam 15 quilómetros uns dos outros darem uma volta de 120 quilómetros para se visitarem.