A Igreja Católica e a pandemia

Não seria justo que nos aproximássemos do fim da pandemia sem assinalar a atitude irrepreensível da Igreja Católica portuguesa durante esta crise.

No balanço do deve e haver, dos bons e dos vilãos, dos irresponsáveis e dos conscientes desta crise pandémica, de onde a pouco e pouco vamos emergindo, não seria justo que nos aproximássemos do fim sem assinalar a atitude irrepreensível que a Igreja Católica portuguesa teve ao longo destes duros meses.