Doentes de risco podem ficar atrás de idosos saudáveis na vacinação

Nos dois primeiros dias de auto-agendamento para vacinação a partir dos 65 anos, houve mais de 130 mil inscrições.

Foto
LUSA/JOSÉ COELHO

As pessoas com doenças de maior risco associado a covid-19 - como cancros activos, VIH/sida, esquizofrenia, paralisia cerebral, transplantadas - devem ser vacinadas na segunda fase da campanha de vacinação que já está em curso ao mesmo tempo que os cidadãos saudáveis a partir dos 65 anos, mas correm o risco de ficar para trás.