Confrontos, feridos e descontrolo no velório de Maradona

Com o aproximar da hora de encerramento do velório, em Buenos Aires, muitas pessoas começaram a forçar a entrada na capela. A urna de Maradona foi retirada e a cerimónia terminou.

maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria
maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria
Terminou a cerimónia em Buenos Aires, com a retirada do corpo de Maradona
maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria
maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria
maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria
maradona,violencia,futebol,desporto,
Fotogaleria

Houve confrontos e acção policial musculada no velório de Diego Armando Maradona. A cerimónia decorreu desde a manhã desta quinta-feira e, depois de algumas horas de despedidas tranquilas a El Pibe, os ânimos começaram a exaltar-se.

Dois fãs de Maradona, de clubes rivais (River e Boca) EPA/Juan Ignacio Roncoroni
O corpo de Maradona coberto de bandeiras e camisolas EPA/JUAN IGNACIO RONCORONI
O velório em Buenos Aires EPA/Demian Alday Estévez
Alberto Fernandez, presidente argentino Reuters/HANDOUT
Pessoas aguardam fora da Casa Rosada Reuters/AGUSTIN MARCARIAN
Homenagens em Nápoles Reuters/CIRO DE LUCA
Já houve confrontos perto da Casa Rosada EPA/JUAN IGNACIO RONCORONI
EPA/Juan Ignacio Roncoroni
Milhares de pessoas ainda esperam a vez de prestar homenagem a Maradona Reuters/MATIAS BAGLIETTO
EPA/ROMAN PILIPEY
Pessoas fora da Casa Rosada Reuters/AGUSTIN MARCARIAN
A primeira-dama argentina, Fabiola Yanez, coloca flores junto a Maradona Reuters/HANDOUT
Homenagem em Itália Reuters/YARA NARDI
Reuters/AGUSTIN MARCARIAN
Uma janela de um prédio em Teerão EPA/ABEDIN TAHERKENAREH
Adeptos do Nápoles fazem homenagens a Maradona EPA/CESARE ABBATE
Pessoa à saída da Casa Rosada Reuters/MATIAS BAGLIETTO
Reuters/MATIAS BAGLIETTO
Fotogaleria

A Casa Redonda, em Buenos Aires, já recebeu milhares de pessoas. E outros milhares ainda esperam a sua vez.

PÚBLICO

Em Buenos Aires, com o aproximar da hora de encerramento do velório, na Casa Rosada, palácio presidencial da Argentina, muitos fãs, percebendo que dificilmente teriam possibilidade de ver Maradona, começaram a forçar a entrada no recinto.

A porta principal foi mesmo arrombada, obrigando à acção da polícia, com gás lacrimogéneo, disparos de água e balas de borracha. Algumas pessoas ficaram feridas e com dificuldades respiratórias. Houve quem utilizasse mesmo a água de algumas fontes para curar o ardor nos olhos.

A urna de Maradona foi retirada e levada para um local mais seguro.

A celebrar o golo da vitória contra a Inglaterra nos quartos de final do Mundial de 1986, no México Ted Blackbrow/Reuters
A mão de Deus: Maradona marca golo com a mão frente à Inglaterra nos quartos de final de 86 Allsport/Getty Images
A celebrar a vitória do Boca Juniors contra o River Plate, os clubes mais populares na Argentina, em Outubro de 1997 ENRIQUE MARCARIAN/Reuters
No jogo dos Boca Juniors, que marcou o seu regresso ao futebol, contra os Newell's Old Boys em Julho de 1997 Alfredo Celoria/Reuters
Diego Maradona. Argentina, 1981 Duncan Raban/Allsport/Getty Images
Cannes, Maio de 2008 ERIC GAILLARD/Reuters
Janeiro de 2009 Alejandro Rustom/Reuters
Diego Maradona a celebrar um golo da Argentina contra o Canadá MARCOS BRINDICCI/Reuters
Janeiro de 1987, Itália Alessandro Sabattini/Getty Images
Cannes, Maio 2008 ERIC GAILLARD/Reuters
Maradona após marcar o terceiro golo da Argentina contra a Grécia. Mundial de 1994 Mike Blake / Reuters,Mike Blake / Reuters
Diego Maradona. Argentina, 1985 David Cannon/Allsport/Getty Images/Hulton Archive,David Cannon/Allsport/Getty Images/Hulton Archive
Num jogo de boxe, Abril de 1996 ENRIQUE MARCARIAN/ Reuters
Bola de Ouro. Janeiro de 1995 John Schults/Reuters
Nos quartos de final do Mundial de 86, jogo contra a Inglaterra Reuters
Jogo contra a Coreia do Sul, no Mundial de 86 Gary Hershorn/Reuters
Diego festeja o golo de Jorge Burruchaga que ditou a vitória da Argentina do Mundial de 1986
A beijar a taça do Mundia de 1986 CIRO FUSCO/ EPA
A segurar a taça do Mundial de 86 depois da vitória da Argentina contra a Alemanha por 3-2 Gary Hershorn/Reuters ,Gary Hershorn/Reuters
A celebrar a conquista da Copa América contra os Mexico's Pumas Unam. Dezembro de 1985 Martin Zabala/Epa
Em 2003, durante uma entrevista na China CHINA SOCCER WEEKLY
Com Hugo Chávez em Caracas, Julho 2010
Em Fevereiro de 2006 Marcos Brindicci/Reuters
Na cerimónia dos prémios FIFA em 2017 WALTER BIERI/EPA
A exibir as suas habilidades após o jogo dos Boca contra o Ajax. Julho de 2005 OLAF KRAAK/EPA
Fotogaleria

São imagens de uma vida dedicada ao futebol, mas que em muito o ultrapassou. Morreu um ícone, morreu Diego Maradona

Entretanto o local começou a ser limpo e a imprensa argentina apontou que o velório poderia ser retomado. Informação que não se confirmou e a cerimónia está terminada. Segue-se o funeral.

Sugerir correcção
Comentar