Viseu

O vinho que nos traz a alegria

São 3,5 hectares de vinha a perder de vista na APPCDM de Viseu
Fotogaleria
São 3,5 hectares de vinha a perder de vista na APPCDM de Viseu

A sede da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viseu tem vários hectares de vinha para tratar. Desde há dois anos que, chegado o momento da vindima, são chamados para a tarefa familiares doentes, formadores e amigos dos associados. Perante o trabalho árduo, reinou o espírito de entreajuda e boa-disposição.

Pela manhã bem cedo, formadores e formandos vão chegando cada qual ao seu ritmo
Pela manhã bem cedo, formadores e formandos vão chegando cada qual ao seu ritmo
É necessário vestir a roupa de trabalho
É necessário vestir a roupa de trabalho
Dividir tarefas
Dividir tarefas
Preparar o lagar
Preparar o lagar
Distribuir os poceiros
Distribuir os poceiros
Alinhar o tractor
Alinhar o tractor
Escolher os corredores do vinhedo
Escolher os corredores do vinhedo
“Vamos ao trabalho meninos” – grita João, de fato-macaco vestido e com ar de mandão
“Vamos ao trabalho meninos” – grita João, de fato-macaco vestido e com ar de mandão
Há vinte toneladas de uva para vindimar
Há vinte toneladas de uva para vindimar
São mais de trinta. Rapazes e raparigas
São mais de trinta. Rapazes e raparigas
Uns fazem parte do curso de Agricultura. Os outros são voluntários
Uns fazem parte do curso de Agricultura. Os outros são voluntários
Vêm da jardinagem, da carpintaria e até da cozinha
Vêm da jardinagem, da carpintaria e até da cozinha
São dias diferentes estes da vindima. Sente-se a liberdade e a frescura da manhã
São dias diferentes estes da vindima. Sente-se a liberdade e a frescura da manhã
Há quem goste de sentir os cachos na mão
Há quem goste de sentir os cachos na mão
Outros de mostrar a sua agilidade e força a carregar os poceiros
Outros de mostrar a sua agilidade e força a carregar os poceiros
Há também quem fale de namorados e nos conte histórias
Há também quem fale de namorados e nos conte histórias
Depois há os que gostam de molhar os pés em água morna e saltar para o lagar
Depois há os que gostam de molhar os pés em água morna e saltar para o lagar
Sentir as cócegas na planta dos pés que o futuro engaço provoca
Sentir as cócegas na planta dos pés que o futuro engaço provoca
Parte da produção vai para a adega cooperativa de Silgueiro
Parte da produção vai para a adega cooperativa de Silgueiro
Outra será tinto e jeropiga feita com paixão na adega dos afectos
Outra será tinto e jeropiga feita com paixão na adega dos afectos
Naqueles hectares agora verdes, depois castanhos e depois despidos, voltarão novamente para o ano as uvas mais solidárias de toda a região do Dão
Naqueles hectares agora verdes, depois castanhos e depois despidos, voltarão novamente para o ano as uvas mais solidárias de toda a região do Dão
Jovens especiais, muito especiais
Jovens especiais, muito especiais
Sabem que em cada baga, em cada folha...
Sabem que em cada baga, em cada folha...
...em cada tesoura...
...em cada tesoura...
...em cada poceiro, em cada pisa...
...em cada poceiro, em cada pisa...
...estará o brinde à vida digna
...estará o brinde à vida digna
A vida a que todos temos direito
A vida a que todos temos direito
Brindemos!
Brindemos!
Sugerir correcção