LGBTI são atacados na Polónia, mas também são símbolo da liberdade

Grupo de eurodeputados quer que seja condenada a detenção de 48 pessoas em protesto contra prisão de activista LGBTI. A lei anti-blasfémia da Polónia está a ser usada para violar a liberdade de expressão, diz HRW.

direitos-humanos,sexo,mundo,uniao-europeia,polonia,europa,
Fotogaleria
Manifestantes LGBT dizem: "somos pessoas, não uma ideologia" em resposta ao Presidente Duda Reuters/YVES HERMAN
direitos-humanos,sexo,mundo,uniao-europeia,polonia,europa,
Fotogaleria
Manifestação de solidariedade com a comunidade LGBTI em Bruxelas, junto às instituições europeias Reuters/YVES HERMAN

A retórica anti-homossexualidade foi central na campanha para as presidenciais polacas, que terminou com uma vitória, por muito curta margem, do Presidente conservador, Andrzej Duda, reeleito em Julho. No último dia da campanha, Duda fez uma declaração em que lamentava ter ofendido alguém. Mas a retórica não baixou, e além de manifestações de extrema-direita contra a “agressão LGBT”, também há acusações de activistas com base numa lei anti-blasfémia que organizações de defesa de direitos humanos dizem que viola a liberdade de expressão, e ainda dezenas de detenções questionáveis.