literatura,culturaipsilon,livros,livros-electronicos,amazon,kindle,
Em Portugal ainda não há dados agregados sobre o número de autores que optam pela auto-publicação ANA BANHA

Para sobreviver no mundo da autopublicação é preciso ser autor, empresário, influenciador e vendedor

As redes sociais, comunidades digitais e livrarias online têm motivado muitos autores a lançarem livros sozinhos, sem uma editora por trás. O PÚBLICO falou com várias escritoras que se aventuraram neste mundo — todas dizem que é preciso aprender a vender.

Com mais de dois milhões de seguidores no Instagram, aos 27 anos Melanie Martins decidiu saltar por cima de uma editora e lançar o seu primeiro romance sozinha — uma história que explora a obsessão de uma jovem de 17 anos por um homem 23 anos mais velho, parceiro de negócios do pai.