culturaipsilon,religiao,recep-tayyip-erdogan,asia,turquia,europa,
Jean-Michel COUREAU/Gamma-Rapho via Getty Images
Hagia Sophia

“Um espaço divino onde os anjos voam, com ou sem asas”

Modelo para templos cristãos e islâmicos, foi durante quase mil anos a maior catedral do mundo, construída num lugar onde a Europa e a Ásia se encontram. Na Hagia Sophia misturam-se religiões, culturas, tempos. Perguntámos a dois historiadores o que faz dela um monumento único do ponto de vista artístico.

Para quem nasceu num país europeu de tradição católica e se estreia a entrar na Hagia Sophia é natural que a primeira sensação a instalar-se seja a de uma certa estranheza, isto mesmo sabendo que naquele edifício milenar se misturam religiões e culturas.