European Social Survey: 62% dos portugueses manifestam racismo

Dados do grande inquérito europeu revelam que quanto mais velhos os inquiridos, mais fortes são os seus preconceitos. Jovens também mostram elevadas percentagens de crenças racistas. Escolaridade e rendimento não apagam racismo biológico e cultural. Quem discorda de todas as crenças racistas representa apenas 11% da população.

questoes-sociais,direitos-humanos,racismo,sociedade,portugal,uniao-europeia,
Foto
Imagens da última manifestação em Lisboa, onde estiveram milhares em solidariedade com George Floyd e contra o racismo rui gaudencio

Há racismo em Portugal? O último European Social Survey (ESS) de 2018/2019, um dos mais respeitados inquéritos europeus, não deixa dúvidas: 62% dos portugueses manifestam racismo. O inquérito mede o racismo biológico com as perguntas: “há grupos étnicos ou raciais por natureza mais inteligentes? há grupos étnicos ou raciais por natureza mais trabalhadores?” e o racismo cultural com a pergunta “há culturas, por natureza, mais civilizadas que outras?”