Coronavírus: São João vai testar todos os doentes antes de serem internados

A decisão foi tomada para diminuir o “risco associado ao eventual contágio de doentes e profissionais por utentes eventualmente infectados”.

Foto
Quarto reservado para os casos suspeitos: a divisão está equipada com tudo o que é necessário para o diagnóstico e tratamento do doente Paulo Pimenta

O Centro Hospitalar Universitário de São João vai começar um “rastreio sistemático” à covid-19 a todos os doentes que sejam internados, lê-se num comunicado enviado à imprensa.

A decisão foi tomada para diminuir o “risco associado ao eventual contágio de doentes e profissionais por utentes eventualmente infectados”, embora sem evidenciar sintomas associados à doença provocada pelo novo coronavírus, como febre, tosse e dificuldades respiratórias. 

O rastreio aos doentes com internamento programado ou urgente vai começar às 8h de domingo, 29 de Março e durará enquanto “a situação epidemiológica o justificar”. A colheita será realizada no momento da admissão a internamento. 

Em comunicado, o hospital garante que “esta abordagem não substitui ou reduz o nível de segurança e a necessidade do uso de equipamento de protecção individual”.