Enfermeiros que deixam de ser chefes voltam ao início da carreira

Para serem chefes, os enfermeiros têm que ser especialistas. Mas, se deixarem a liderança, voltam à categoria mais baixa, a de simples enfermeiro.

,Enfermagem
Foto
Paulo Pimenta

Enfermeiro há 21 anos, especialista em reabilitação e com uma pós-graduação em gestão de serviços de saúde, Paulo Cunha meteu uma licença sem vencimento e pondera abandonar de vez a função pública. Confessa-se “muito desmotivado”. Há um ano, quando deixou de exercer funções de chefia na unidade de cuidados na comunidade de Vila Franca de Xira, colocaram-no na categoria mais baixa da profissão, a de simples enfermeiro. Na prática, voltou ao início de carreira apesar da experiência acumulada e do investimento em formação que fez ao longo dos anos.