Vesna corta e cola revistas da Playboy dos anos 80

Fotogaleria

Vesna Vrdoljak, que vive e trabalha em Amesterdão, nos Países Baixos, não se considerava uma artista até começar a criar colagens, em 2012. Inspirada pela estética das fotografias analógicas que as revistas da Playboy revelaram ao mundo, recorta e cola imagens, sempre pela sua própria mão, "em busca de perfeição", explicou à Sleek Magazine, em Novembro de 2019

Entre a sensação de familiaridade e o gosto expresso pelo avant-garde, Vesna diz ao P3 que faz colagens "para criar a sua própria realidade". "Com o mínimo de cortes possível, eu tento criar uma imagem nova e limpa." Não existe uma história dentro de cada imagem, mas sim "atmosferas" ou "estados de espírito" que tendem a transmitir nostalgia devido à utilização de "materiais antigos". "Com esta série desafiei-me a criar algo mais desalinhado — a dar um aspecto confuso e despreocupado à composição" de cada trabalho, cujos elementos são, propositadamente, difíceis de distinguir.

O mais importante, explica a artista, é que cada pessoa consiga ter a sua própria interpretação do que vê. "As minhas colagens são sobre beleza e escapismo", diz, afirmando-se apaixonada pela "estética pura da composição de formas e cores".

©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
©Vesna Vrdoljak
Sugerir correcção